As "cidades do futuro" pretendem ser verdes, sustentáveis, inteligentes e low cost. Isto já existe. Chama-se "Campo". Frederico Lucas

Saturday, March 31, 2007

Consciência social e geracional



Acredito que todos beneficiamos de uma sociedade que seja menos dividida. Porque uma sociedade que aposta na igualdade de oportunidades é uma sociedade que tira melhor proveito dos seus recursos humanos e assim sendo é uma sociedade em que a estabilidade social e política é maior, com claros benefícios para o crescimento, porque é menor o nível de contestação.

texto completo em Quarta República, Margarida Corrêa de Aguiar

3 comments:

Great Houdini said...

Peter Druker já dizia que nos tempos modernos, com a propagação do conhecimento, os recursos seriam cada vez mais fontes geradoras de vantagens competitivas. "Igualadas as tecnologias, são os recursos humanos que fazem a diferença".

Apostar nos trabalhadores é essencial, sejam eles só cérebro ou de corpo inteiro :)máquinas, formações, ... estão à venda, agora motivação e capacidade de trabalho???

Mas igualdade? e a instituição factor C? Abre falência?Era bom mas...

Frederico said...

Excelente abordagem.

O factor C fica para os organismos e instituições que não pretendem evoluir, e em consequência conseguirão aumentar o seu atraso em relação à economia europeia.

A esses só temos de desejar "Bom dia!" e apanhar a autoestrada para o projecto seguinte.

Great Houdini said...

Gostei da atitude e realmente acredito que o futuro será esse.

Creio também que estamos numa epóca complexa a de mudança de paradigma. É que muitos das forças de bloqueio à inovação estão nas próprias chefias ... mas o mercado não se compadece de ninguém. Esquemas menos licitos, podem prolongar a vida dessas empresas mas mais cedo ou mais tarde, a manta vai estar tão cheia de remendos que não terá qualquer utilidade.

Concordo com o Frederico que esse será o futuro, selecção natural aplicada às empresas, mas os jovens de hoje tem um duro papel, mudar mentalidades, aprender a viver na selva para a poderem mudar.