As "cidades do futuro" pretendem ser verdes, sustentáveis, inteligentes e low cost. Isto já existe. Chama-se "Campo". Frederico Lucas

Sunday, May 06, 2007

Biocombustíveis relançam agricultura



NEGÓCIOS VERDES A chegada dos biocombustíveis aos depósitos dos nossos automóveis está a originar uma corrida à produção de cereais e oleaginosas. Os projectos inovadores sucedem-se

O discurso político em torno da emergência dos biocombustíveis ia subindo de tom, e Fernando Penha, 58 anos, engenheiro agrónomo de formação, sabia que corria contra o tempo para provar que em Portugal aquela planta também poderia vingar e ser rentável do ponto de vista da exploração em grande escala.

A colza, uma crucífera da família da couve e do nabo, produz uma vagem cujos grãos contêm um elevado teor de óleo e é considerada uma das matérias-primas mais adequadas à produção de biodiesel. No entanto, não havia (e ainda não há) tradição desta cultura em Portugal.

Fernando Penha decidiu que ia preencher essa lacuna e não perdeu tempo. Visitou vários países europeus onde a colza é cultivada com sucesso, marcou presença em algumas feiras e eventos ligados ao sector agrícola e, em 2005, regressou de Paris entusiasmado com certos resultados que acabara de ver.

texto completo em Expresso

5 comments:

Sea Spirit said...

:-)
Cá está! Alguém que sabe aproveitar as tendências do mercado. Ser pro-activo é essencial! Enquanto uns falam de uma oportunidade de negócio, outros começam a realizá-lo. A economia agradece e o ambiente também...

al cardoso said...

Esperemos que para os nossos lados, alguem lhe siga o exemplo!

Frederico said...

Sea Espirit!
Creio que nós fazemos parte daqueles que só falam...


:-D

Um beijo

Frederico said...

Albino,
Vamos difundir esta ideia para promover essa oportunidade.

Um abraço

Sea Spirit said...

Frederico, parece que sim :-)

As ideias ás vezes até surgem mas, passar à prática é muito mais complicado...

Esta tendência está-se a inverter e ainda espero dar o meu contributo!!