As "cidades do futuro" pretendem ser verdes, sustentáveis, inteligentes e low cost. Isto já existe. Chama-se "Campo". Frederico Lucas

Monday, September 18, 2017

Lançamento do livro "Investir à la Campagne au Portugal"


Portugal está na moda.
O interesse de muitos franceses por Portugal, com o desejo de investir em meio rural, levou a APMRA – Associação Portuguesa de Marketing Rural & Agronegócio a produzir um guia em francês para responder às dúvidas mais frequentes: quais as oportunidades de investimento, quais os concelhos, o envolvimento dos centros de competências com as empresas, os recursos humanos disponíveis, a fiscalidade aplicável e os apoios públicos para o investimento estrangeiro.

Foram entrevistadas 37 pessoas, entre empresários e autarcas, que estão a mudar a imagem do "interior" do país.

O guia contou ainda com a participação de Patrícia Dias Almeida, Alexandre Ferraz, Filipe Ferreira, Marta Gaudencio e Margarida Vaqueiro Lopes. O conceito foi desenvolvido por Frederico Lucas, a coordenação editorial coube a Cândida Santos Silva, a paginação a Luis Covas e a fotografia a Jose Barradas, Inês d'Orey, Rui Manuel Ferreira, Carlos Pimentel entre outros.

O livro foi prefaciado pela Profa. Helena Freitas, enquanto Coordenadora da Unidade de Missão para a Valorização do Interior.
O guia tem 240 páginas a 4 cores e o preço de lançamento de 30€ (IVA incl.).
Pode ser adquirido nas livrarias ou no site da associação: http://rural.pt/

Friday, September 01, 2017

Casar a cortiça com as comunicações móveis

Tito Cardoso lidera há vários anos uma empresa de consultadoria a investimentos industriais e decidiu construir um negócio próprio.
Quando se questionou sobre a diferenciação de Portugal para a área das comunicações móveis, optou por recorrer a uma matéria prima nacional, que é leve, resistente e isolante: a cortiça.

Internacionalização no ADN

A IKI Mobile orgulha-se do “Design in Portugal”. Sobre o país de fabrico, a palavra de ordem é a descentralização: produzir nos continentes dos consumidores.
Envolver os centros de conhecimento nacionais no desenvolvimento do produto é a sua estratégia.

Portugal como Country concept

O mercado interno tem sido utilizado como teste para os novos produtos.
A internacionalização ocorre numa fase mais madura.
No Laboratório da Cortiça, sedeado em Coruche, será desenvolvida a melhoria na transformação dessa matéria prima, em parceria com outros players nacionais de referência: Amorim e a Granorte.

À procura dos nichos de mercado

A IKI Mobile apostou em telemóveis com teclado para o segmento sénior e na linha Cork Edition para um segmento sensível à sustentabilidade ambiental.

290.000 telemóveis vendidos em 2016

O sucesso na definição dos targets do mercado salta à vista: no terceiro ano de produção, a marca atingiu os 290.000 aparelhos vendidos.
A sustentabilidade deste crescimento reside na inovação dos produtos: lançar todos os anos novos modelos.